RECEBA APOSTILAS GRATUITAS:

GOOGLE - BRASIL

Início » , » Violência Obstétrica: A Dor do Parto

Violência Obstétrica: A Dor do Parto


Fonte: O Senado
.
Dossiê elaborado pela Rede Parto do Princípio para a CPMI da Violência Contra as Mulheres.
Acreditamos que a mulher deve ser a protagonista de sua história e, assim, deve ter poder de decisão sobre seu corpo, liberdade para dar à luz e acesso a uma assistência à saúde adequada, segura, qualificada, respeitosa, humanizada e baseada em evidências científicas. Para tanto, no pré-natal, no parto e no pós-parto, a mulher precisa ter apoio de profissionais e serviços de saúde capacitados que, acima de tudo, estejam comprometidos com a fisiologia do nascimento e respeitem a gestação, o parto e a amamentação como processos sociais e fisiológicos.

Documentário realizado pela Universidade Católica de Brasília.
A violência obstétrica é uma grave violação aos direitos mais básicos da mulher parturiente, dessa forma, o objetivo primordial deste documentário é servir como veículo de informação e denúncia, constituindo-se num importante instrumento de conscientização dos profissionais do direito e da saúde, assim como das mulheres que pretendem ser mães. Evidencia-se a realidade do parto e nascimento no Brasil através de depoimentos de mulheres vítimas de violência no parto e averígua-se as implicações jurídicas que o assunto possui, bem como as consequências para a vida da mãe e do bebê.


Apostila: Violência  Doméstica
Formato: PDF
Número de páginas: 188
Tamanho: 3.67MB



OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:

O ENFERMAGEM VIRTUAL segue a Lei 9.610/98 que trata dos direitos autorais no Brasil. Não vendemos e não compartilhamos material protegido por lei. Apenas direcionamos nosso público aos links já existentes de outros sites, encontrados nos mecanismos de busca da web, sendo os mesmos responsáveis por seus conteúdos. As imagens contidas neste site estão disponíveis publicamente na web, sendo aqui incorporadas apenas para fins ilustrativos. Caso algum autor de determinado arquivo sentir-se prejudicado, favor entrar em contato para que seja realizada a retirada da sua imagem ou do link que direciona ao seu material. E você amigo leitor, caso tenha interesse pelo conteúdo original, dê créditos ao autor e ajude a melhorar a educação em nosso país.